DHEAUSA.COM


Français


English


Русский


Español


Português


Deutsch


Italiano


Swedish


Dutch


日本語
 
 
Merchant Services

     
 

Página principal

 
 

Contato

 
 

Termos e condições

 
 

Formulário seguro
de compra

 
 

- - -  Produtos  - - -

 
 

DHEA

 
 

Melatonina

 
 

Symbiotropin

 
 

Meditropin

 
 

Testron SX

 
 

ProDHEA Creme

 
 

Creme de Melatonina

 
 

ProGen Creme

 
 

Glucosamina e Condroitina

 
 

-  Informação  -

 
 

Benefícios de DHEA

 
 

Qualidade

 
 

A história do DHEA

 
 

Comentários dos pacientes

 
 

Testemunhos dos doutores

 
     

 

Insuficiência Hormonal


O DHEA é um dos hormônios produzidos nas glândulas adrenais. Quando as glândulas adrenais não têm hormônios suficientes, incluindo o DHEA e cortisol, isto se chama insuficiência adrenal. As mulheres com essa condição que utilizam suplementos de DHEA relataram melhora na sua vida sexual e sensação de bem-estar (incluindo declínio de sentimentos de depressão e ansiedade).

Muitos estudos nesta área sugerem que o DHEA pode melhorar o bem-estar, qualidade de vida, capacidade de exercitar-se, desejo sexual, e em níveis hormonais em pessoas com a função adrenal insuficiente (doença de Addison).

Pesquisas em homens têm mostrado que a terapia de reposição do DHEA é um complemento importante para a terapia de testosterona. Entre os homens idosos, a quantidade de testosterona livre, ou testosterona que está disponível no corpo, cai mais rápido do que o nível total de testosterona. Portanto, é importante projetar um programa de reposição hormonal que aumenta o nível de testosterona livre.

 

Estudos Clínicos

  • Em 2006, um estudo complementou DHEA para homens com idade média de 65 anos, e encontraram que estes homens relataram aumento significativo no nível de testosterona e cGMP (cíclico guanosina monofosfato), e diminuição da lipoproteína de baixa densidade (LDL). Os autores deste estudo relataram que os achados sugerem que a suplementação de DHEA pode exercer efeitos antiaterogênicos, particularmente em sujeitos idosos que mostram baixo nível circulante deste hormônio.

  • Em 2005, um estudo mediu a soro de DHEA em 206 homens com diabetes tipo 2, e descobriram uma relação inversa entre o soro do DHEA e aterosclerose carótida em homens. Os autores relatam que o estudo apoia o conceito que o DHEA, que é vendido em grandes quantidades como um suplemento dietético, tem proteção contra aterosclerose em humanos, e a terapia de reposição de androgênio deve ser considerado para homens com hipogonadismo (andropausa).

  • Em 1997, um estudo foi feito para mostrar os níveis de DHEA em paralelo com a quantidade de testosterona livre na corrente sanguínea. Os autores da pesquisa sugerem que o DHEA pode ajudar aumentar a testosterona livre no corpo.
    Se esta conclusão estiver correta, a terapia de reposição do DHEA não só aumenta o nível de DHEA na corrente sanguínea, como também aumenta o nível de testosterona livre no sangue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




  Copyright 2001- 2017 © DHEAUSA.COM   All rights reserved.