DHEAUSA.COM


Français


English


Русский


Español


Português


Deutsch


Italiano


Swedish


Dutch


日本語
 
 
Merchant Services

     
 

Página principal

 
 

Contato

 
 

Termos e condições

 
 

Formulário seguro
de compra

 
 

- - -  Produtos  - - -

 
 

DHEA

 
 

Melatonina

 
 

Symbiotropin

 
 

Meditropin

 
 

Testron SX

 
 

ProDHEA Creme

 
 

Creme de Melatonina

 
 

ProGen Creme

 
 

Glucosamina e Condroitina

 
 

-  Informação  -

 
 

Benefícios de DHEA

 
 

Qualidade

 
 

A história do DHEA

 
 

Comentários dos pacientes

 
 

Testemunhos dos doutores

 
     

 

Estresse


Os níveis de DHEA estão diretamente ligados ao estresse. Várias pesquisas têm mostrado que o estresse causado por eventos traumáticos, tais como queimaduras ou doenças, diminui significantemente o nível de DHEA, testosterona e os níveis de androstenediona, enquanto aumenta o nível de cortisol. A calma, como observado em indivíduos que praticam meditação transcendental, está relacionado com maior nível de DHEA.

 

Estudos Clínicos

  • Pesquisadores do Centro Nacional para Estresse Pós-Traumático descobriram que o hormônio DHEA-S, conhecido por melhorar a memória e reduzir agressão em camundongos, parece ter um papel importante em líder com estresse.
     

  • Um estudo conduzido em soldados que freqüentaram exercícios cruéis na escola de militar concluiu que os soldados tinham menos sintomas de dissociação, que é conhecido por apresentar um maior risco de desenvolvimento pós-traumático. Estes sintomas foram achados em soldados que apresentaram uma maior proporção entre a taxa de DHEA-S com o hormônio de estresse, o cortisol. Foi observado que os soldados trabalharam melhor sob pressão nos exercícios da escola de sobrevivência. Isso indica que o DHEA-S age como um amortecedor contra o impacto do estresse negativo, porém, ainda não se sabe o que exatamente que determina a quantidade de produção do DHEA-S.
     

  • Em uma pesquisa, os participantes em um programa para reduzir estresse obtiveram um aumento do DHEA de 100%, e redução da produção de 23% do cortisol, o hormônio do estresse.
     

  • Instituto de Psicologia, Academia Russa de Ciências Médicas, Siberian Branch, Instituto de Citologia e Genética, Academia Russa de Ciências, Siberian Branch, Novosibirsk. Efeitos do DHEA-S (DHEAS, 30 mg/kg, i.p., 4 e 28 horas após injeção) foram pesquisados em camundongos CBA/Lac do sexo masculino para obter a diferença no nível de ansiedade resultando de vitórias sociais repetitivas (vencedora) e de derrotas sociais (perdedora) em 10 confrontos agonistas. Os perdedores demonstraram um alto nível de ansiedade estimado pelo teste "partition". As injeções de DHEA-S e de salina tiveram efeitos diferentes nos camundongos vencedores, perdedores e os intactos. O DHEA-S preveniu o desenvolvimento de ansiedade nos perdedores 28 horas após quando foi injetado. Nestas condições experimentais, o DHEA-S não exerceu efeito nos vencedores. Foi concluído que o efeito do DHEA-S depende no estado psicoemocional do animal. O efeito ansiolítico do DHEA-S exógeno pode também ser característica do hormônio endógeno secretado pelas glândulas adrenais e pelo sistema nervoso central.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




  Copyright 2001- 2017 © DHEAUSA.COM   All rights reserved.